Posts Tagged 'Olimpíadas'

Heráldica e Futebol

O projeto Blood in Blood Out resolveu sintetizar Heráldica, a ciência que estuda brasões e escudos auxiliando conclusões da História, e futebol. Afirma ele que os uniformes da atualidade trazem consigo a cor, o espírito, as tradições, a cultura do país ou região que representam. Uma viagem embasada que rendeu a curiosa fusão de alguns uniformes para regiões historicamente disputadas por mais de um país e que possuem uma cultura com características mistas destes. O resultado foi esse:


Aquele Abraço.

Vi no Minhas Camisas.

As Olimpíadas e o Design

De todos os Mera Doxa, eu sou o único que está sempre cagando para os esportes. Não que eu não os ache importantes. São praticados desde os primórdios da raça humana, movimentam bilhões de dólares e tiram as pessoas da vida torta. Lindo. O problema é que eles não me empolgam tanto, eu até assisto uns jogos ali, umas competições aqui, mas não acompanho nada. Muito menos futebol.

As Olimpíadas, no entanto, são um evento interessante. Gosto de assistir os exóticos esportes que só temos oportunidade de ver nessa época. Mais do que isso, as Olímpiadas, por deixarem todo mundo nesse mesmo clima, deixam marcas em áreas que eu costumo me informar como publicidade, design, cinema e entretenimento em geral.



Meu primeiro post olímpico vai então para as tochas olímpicas, que são o símbolo mais tradicional do evento, mas que em cada edição ganha uma roupagem mais interessante. Vejam aí as tochas de Inverno e Verão desde Seul, em 1988. A desse ano causou até polêmica.


Aguardem os próximo posts sobre a abertura e os uniformes das delegações. Um post embasado sobre moda para o deleite dos meus companheiros de blog.

Aquele abraço!

O Dinheiro e o Esporte

A poucos dias da abertura dos Jogos Olímpicos, e equipe norte-americana de basquete, favorita ao ouro em Pequim, tira uma daquelas fotos do grupo. Grupo totalmente focado, totalmente unido.

Totalmente?

Repare na foto. Fila em ordem de tamanho, no melhor estilo “educação física da terceira série”. Mas por que diabos Dwight Howard está no começo da fila se ele não é o mais alto? E por que está segurando, somente ele, uma bola? E mais que isso: por que o treinador está sentado? Preguiça?

Não, pequeno gafanhoto. O buraco é mais embaixo.

A seleção norte-americana, assim como tudo naquela merda terra, é patriota ao extremo. Bem por isso, tem seu material esportivo fornecido pela americaníssima Nike. Assim como 8 dos 12 jogadores da equipe, que trazem a marca em seus pés. Chris Paul e Carmelo Anthony calçam Jordan, e Dwayne Wade calça Converse. Ambas as marcas pertencentes à Nike. 11 de 12. O que nos traz de volta à Dwight Howard, primeiro da fila e ao treinador Mike Krzyzewski, sentado.

O fato é que Dwight Howard é o único jogador patrocinado pela alemã Adidas. E cadê o pé dele na foto, mostrando seu tênis? O “coach” encobriu. Num gesto de retaliação, Howard encobre o logo da Nike em seu calção com a mão.

Verdade? Mentira? Mistério? Vida? Suspense?

Você decide.

A primeira Gafe

Olimpíadas e todo e qualquer jogos que envolvam alguns muitos países são marcados por muitas gafes. No último Pan do Rio, nosso excelentíssimo senhor presidente Lula tomou uma vaia homérica de um Maracanã cheio, que fez com que a organização resolvesse quebrar o protocolo da cerimônia de abertura. Isso sem falar no campo de beisebol que mais parecia um brejo. Já em Atenas o caso do louco padre irlandês vencendo facilmente a segurança e conseguindo derrubar o nosso Vanderlei maratonista fechou os jogos com chave de ouro.

Esse ano a coisa não parece ser muito diferente. Faltando 4 meses pros jogos, a tocha não consegue passear pelo mundo sem manifestantes pegando no pé da coitada por causa de toda opressão chinesa quanto ao Tibete. A França inclusive já ameaça boicotar o evento por causa disso. E nessa manhã de domingo a organização resolveu colocar o Brasil no continente mãe África. Em meio ao sorteio dos grupos da competição futebolística de Pequim, a nossa bandeira ficou, digamos, um pouco diferente:


Imagine o que nos aguarda em Agosto.
Até a próxima.

A primeira Gafe

Olimpíadas e todo e qualquer jogos que envolvam alguns muitos países são marcados por muitas gafes. No último Pan do Rio, nosso excelentíssimo senhor presidente Lula tomou uma vaia homérica de um Maracanã cheio, que fez com que a organização resolvesse quebrar o protocolo da cerimônia de abertura. Isso sem falar no campo de beisebol que mais parecia um brejo. Já em Atenas o caso do louco padre irlandês vencendo facilmente a segurança e conseguindo derrubar o nosso Vanderlei maratonista fechou os jogos com chave de ouro.

Esse ano a coisa não parece ser muito diferente. Faltando 4 meses pros jogos, a tocha não consegue passear pelo mundo sem manifestantes pegando no pé da coitada por causa de toda opressão chinesa quanto ao Tibete. A França inclusive já ameaça boicotar o evento por causa disso. E nessa manhã de domingo a organização resolveu colocar o Brasil no continente mãe África. Em meio ao sorteio dos grupos da competição futebolística de Pequim, a nossa bandeira ficou, digamos, um pouco diferente:


Imagine o que nos aguarda em Agosto.
Até a próxima.


//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina