Posts Tagged 'Internet'

Eu quero ter um milhão de amigos.

Os argentinos do The Uncool Hunter estão tentando realizar um sonho do nossa eterno Rei Roberto Carlos. Para quem não sabe o ié ié ié boy da década de 60, o Jesus Guy da década de 90, aquele que segundo Rogério Skylab, tem perna de pau da mesma forma que o Chico Xavier é viado, também é venerado na Argentina, com vários discos lançados em espanhol.

Pois bem, lembram daquela canção “Eu Quero Apenas”, cujo refrão falava do desejo do rei de “ter um milhão de amigos”? Nada mais justo então que transformar isso em realidade.
Se você tem myspace adicione urgentemente o Roberto Carlos para que ele consiga realizar o quanto antes este sonho que já dura quase 4 décadas. O site é o www.myspace.com/millondeamigos.


E ahh, se você não conseguiu lembrar de sua avó ouvindo essa música naquele almoço de domingo com a família toda reunida, segue o clipe a baixo:

Akinator, The Web Genius

Eu sei, eu sei! Sites de adivinhação virtual com uma fórmula matemática por trás não são novidade na internet, massssss cara isso é demais. Akinator é o nome da fera. Só hoje o cara adivinhou Mônica Mattos, Chimbinha, Túlio Maravilha, Kid Bengala, Lindenberg, Sonia Abrão, Isabela Nardoni e…

..nossa musa inspiradora, Mallu Mongalhães.

Dica do Veio um Dedo na Batata e daquela galera do Leblon.

Abraço

Make me Super

A arma do sertão contra os monstros da cidade grande.
A força do Super-Lucas:

Confira as performances desse novo ídolo.
Ou vire você também um super-herói, no www.makemesuper.com
Genial!

A dica é das chachangas (em especial dona Mah).

Seria um viral da Levi’s?

Que a Levi’s (Li-vais) sempre foi pródiga em lançar bons comerciais, todos nós sabemos. E que ela é toda moderninha e gosta de inovar em suas ações, bem, também. São por esses motivos que anda rolando no mundinho blogueiro (sempre quis usar este termo, me sentia meio excluído) a teoria de que este vídeo abaixo – bem legal, por sinal – é um novo viral da marca de jeans americana.

E o que vocês acham? É ou não da Levi’s?

Hasta!

É namoro ou amizade, Jesus?

Não é de hoje que sites de namoro tem seu lugar cativo na internet. Muito antes de orkut, facebook e myspaces da vida, esse tipo de sítio conectava pessoas de todo o mundo em busca de um amor, um affair, ou quem sabe apenas alguém para satisfazer as necessidades carnais dos solteirões. Para se ter uma idéia, nos EUA, no ano passado, de cada 10 casais que se casaram, 1 se conheceu na internet.
Todavia, esses tipos de site também abriram a oportunidade para pessoas se mostrarem da forma como desejariam que fossem, muito longe do que na realidade são. Afinal seu par do outro lado do mundo não realmente saberá se você é aquele moreno, alto, bonito e sensual que se descreve em seu perfil. Todo esse medo da “mentira” virtual fez com que para o muitos, leia-se religiosos, vissem nisso apenas mais uma fórmula pecaminosa da geração da internet.

Para estes, foi lançado a solução dos seus problemas e dúvidas: o www.amoremcristo.com, o primeiro site de namoros evangélicos do Brasil. É rapaz! O namoro com o aval de Cristo, do Kaká, da Gretchen, do Bispo Macedo e do R.R. Soares. Nele, além de todas a coisas clichês de outros sites de namoro como a pesquisa direta de pessoas com características parecidas com as suas, há um setor de transferência de arquivos e presentes evangélicos entre os cadastrados. Isto tudo sem nenhuma suspeita de que a pessoa do outro lado do pc esteja mentindo, afinal mentir é pecado e todo mundo que acessa o site está a procura da paz divina nos relacionamentos, sem nenhuma ambição que extrapole o beijinho na boca e o namorico de mãos dadas, certo ou errado caros fiéis?

Até a Próxima.

Omniomania pt. II ou GRU-WLG

Há muito, muito tempo atrás, quando este blog era um pequeno embrião ou, nem isso, um mero zigoto brigando por um espaço (conseguiu?) neste maravilhoso mundo virtual, fiz um post sobre sites que vendem camisetas online. Sites estes que merecem ser mais divulgados, uma vez que seus preços são mais acessíveis e suas camisetas, tão ou mais bacanas que as de lojas com espaço físico. Confesso que criei uma espécie de admiração por aquele post, pois descobri camisetas muito legais que cheguei, inclusive, a comprar (foto).

Intrigado com o maravilhoso mundo da moda virtual, resolvi buscar mais sites de camisetas. Sites que fossem, no mínimo, legais como aqueles que tinha postado outrora. Foi uma tarefa árdua, em que gastei horas e horas em sites maçantes que não ofereciam nada de demais. Até que encontrei um site que vende camisetas elitistas, altamente aristocráticas para este Brasil terceiro-mundista. E, com essa premissa, resolvi divulgá-lo.

A loja virtual Hubwear simplesmente vende camisetas com o itinerário aéreo favorito do comprador. Supomos, por exemplo, que você ame viajar entre São Paulo e Wellington (New Zealand), e faça essa viagem com uma frequência tamanha que gostaria de ter este roteiro estampado em sua camiseta, para poder mostrar a seus amiguinhos que você é cool, hype e bem-nascido. É só você entrar no site, digitar as siglas referentes aos dois locais que você costuma viajar (GRU para Guarulhos, São Paulo e WLG para Wellington, New Zealand) e, voilá!

Além desta incrível customização, você pode ainda escolher o tamanho da camiseta, a cor e, caso você seja um felizardo que está saindo do país, colocar só o destino de ida estampado na camiseta. Isto-não-é-estonteantemente-incrível-pessoal?

Bem, playboy que sou, farei a minha camiseta RAO-BPS e tirarei fotos com a legenda “ê, saudade”.

Hasta!

Ó, Pai (voz de Inri Cristo)

Se você é daquelas pessoas que perderam a fé na religião, porque descobriu a Apple e acreditou na beleza da ciência ou porque começou a ler as atrocidades que a Igreja Católica cometeu durante séculos e, desde então, nunca mais rezou, seus problemas acabaram. E se você é aquele ateu que venera Richard Dawkins (ou nem sabe que ele é) e acredita que tudo não passa de uma grande teoria religiosa da conspiração para alienar as massas, seus problemas também acabaram.
Conheça o site Dear God, mais um projeto desta nova tendência mundial que é o “virtual anthropology“. Neste site é possível você postar absolutamente o que quiser sobre o Todo-Poderoso: desabafos, pedidos, confissões, inclusives mensagens atéias, porque o hype do momento é respeitar as diferenças. Inclusive isto é perceptível no layout arco-íris (por que será?) do site. Bela merda.

Gosto muito da idéia deste site. Posso fazer um post sobre as minhas rezas noturnas e assim fico livre de fazê-las todo santo dia. Se bem que eu já não as faço. Mas pode ser um começo mais, digamos, descompromissado.

Hasta!

Ó, Pai (voz de Inri Cristo)

Se você é daquelas pessoas que perderam a fé na religião, porque descobriu a Apple e acreditou na beleza da ciência ou porque começou a ler as atrocidades que a Igreja Católica cometeu durante séculos e, desde então, nunca mais rezou, seus problemas acabaram. E se você é aquele ateu que venera Richard Dawkins (ou nem sabe que ele é) e acredita que tudo não passa de uma grande teoria religiosa da conspiração para alienar as massas, seus problemas também acabaram.
Conheça o site Dear God, mais um projeto desta nova tendência mundial que é o “virtual anthropology“. Neste site é possível você postar absolutamente o que quiser sobre o Todo-Poderoso: desabafos, pedidos, confissões, inclusives mensagens atéias, porque o hype do momento é respeitar as diferenças. Inclusive isto é perceptível no layout arco-íris (por que será?) do site. Bela merda.

Gosto muito da idéia deste site. Posso fazer um post sobre as minhas rezas noturnas e assim fico livre de fazê-las todo santo dia. Se bem que eu já não as faço. Mas pode ser um começo mais, digamos, descompromissado.

Hasta!

Ajuda para os cafajestes

Você, canalha imprestável, cafajeste de plantão, adúltero fulltime ou qualquer outra caracterísitca que sirva para quem trai sua cônjuge; este post é feito em tua homenagem. E é de tua serventia também, seu cachorro.

O mundo perverso em que vivemos nos traz cada vez mais serviços inusitados e totalmente inúteis que enriquecem o idiota que o criou e, consequentemente, tiram o dinheiro dos panacas que requisitaram-no. É uma fórmula simples, em que um comprador facilmente manipulável acata com uma idéia incrivelmente idiota, resultando em lucro para ambas as partes. O consumidor permance burro (o que é bom para essas pessoas) e o idealizador fica rico.

Pensando nesta tendência mundial, que já criou produtos como um chutador de bunda (!!) e um guarda-chuva para sapatos (!!!), a investigadora francesa Régine Mourizard resolveu criar um site que cria álibis para você poder cometer o adultério. What the fuck? Isso mesmo, agora você pode trair e contar com a ajuda de um site especializado em encobrir suas escapadelas.

Por apenas 19 euros, a central deste site faz um telefonema na tua casa, em um momento pré-determinado por você (para receber estea ligação ao lado da mulher, é claro) e convoca-o para um reunião “inadiável”. Aí você faz aquela cena, sua mulher te libera para a tal reunião e você chifra a coitada sem dó. Por 50 euros, você consegue até viajar com um álibi programado pelo site.

Para os felas-da-puta que gostaram da idéia, acalmem a cabeça (decida qual). Este “revolucionário” serviço só está disponível na França, logo você ainda tem que apelar para as reuniões do “sindicato“.

Hasta!

obs: queria agradecer ao Pedro de Luna, namorado fiel, pela dica do site.

Yogurt

Fanfarronice. Infelizmente, seu gérmen se encontra no coração de todas as pessoas do mundo. Mas apenas algumas tem o poder de fazer aflorar esta característica macabra. Joselito de Cascatinha, Vampeta e Antero Greco são alguns exemplos de fanfarrões, sejam eles do bem ou do mal. O blockbuster brasileiro “Tropa de Elite” popularizou o termo. Mas algumas vezes, a fanfarronice passa dos limites.

Quem nunca disse “Depois me adiciona lá no Yogurt” ou “Nossa, você não sabe quem me fuçou no Yogurt hoje”, que atire a primeira pedra. Esse trocadalho do carilho se torna, dia após dia, mais rodado que nota de um real. E é exatamente neste momento que a fanfarra adentra o recinto. Me deparo com isto quando acesso o site de relacionamento pela manhã:


Fanfarrões. Se ninguém tentar detê-los, eles dominam o mundo.


//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

  • RT @drunkeynesian: "Capitalism works better if employees get paid decent wages and are supported by high-quality, democratically accountabl… 2 days ago
  • RT @tarciziosilva: Vamos fazer uma thread com 20 artigos sobre racismo algorítmico, visão computacional e reconhecimento facial? Chega aí… 4 days ago
  • RT @tarciziosilva: Considerando mais este caso de racismo algorítmico no @TwitterBrasil, segue uma thread sobre como o Twitter é conivente… 4 days ago

//twitter.do.michel

//naftalina