Rewind City

“Eu sou tão manteiga derretida que choro até em comercial”. Quantas vezes você já ouviu alguém dizer isto? Sem querer dar uma de vidente, aposto que muitas. Esta frase me irrita um pouco. Pela simples questão semântica da palavra “até” nela presente. Por que “até”? Quer dizer, então, que comercial não pode ser provido de uma carga emocional e liberar uma lágrimazinha que seja?

Foi pensando em quebrar o mito desta máxima que resolvi colocar este comercial feito para a Orange (a ‘Oi’ inglesa), chamado de “Rewind City”. Até os mais durões hão de se emocionar com esta pequena história, incrivelmente bem produzida, sobre um tema recorrente no imaginário audiovisual do mundo. Se eu contar o que é, a propaganda perde toda a graça

E aí, deu, pelo menos, um nó na garganta? Ou não, seu homem-de-lata?

Hasta!

0 Responses to “Rewind City”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina


%d blogueiros gostam disto: