Ídolos Renegados do Cinema: o verdadeiro Dorian Gray

Dorian Gray não envelhecia nunca. Ao olhar para um quadro seu, vendeu a alma para poder permanecer jovem para sempre. Ao invés disso, seu quadro envelheceria. Esta ficção foi escrita por Oscar Wilde e publicada pela primeira vez em 1890. Causou rebuliço na época. Oscar Wilde foi preso 5 anos depois, por ser viado e comer jovenzinhos.
Talvez inspirada neste livro, milhares de celebridades buscam a juventude eterna, obtendo resultados, muitas vezes, bizarros. O problema é que o retrato de todos os artistas envelhecem. Todos, não. Existe uma lenda da sétima arte que não envelhece. NUNCA. Acredito que ele seja o verdadeiro Dorian Gray. Ele é…

Bolo Yeung
o homem que dança rumba com os peitos

Eterno inimigo de Van Damme (quem não se lembra da luta final de “O Grande Dragão Branco“?), o chinês parece, hoje em dia, muito mais jovem que o próprio tenente Guile, que tem 47 anos. Bolo faz, em julho agora, 70 anos. Olhe para seu peitoral apolíneo, sua face sem uma única ruga, sua força e agilidade. Que pessoa de 70 anos conseguiria tal feito sem ter feito um pacto com o demônio? Te dou a resposta: nenhuma.

Nascido em Cantão, na China, no longínquo ano de 1938, Bolo fugiu do regime comunista a nado, chegando a ilha de Hong Kong. Este ator construiu sua longa carreira, mais de 100 filmes, fazendo papéis de vilão. Além disso, só para exaltar sua magnitude física, Bolo “The Beast From The East” Yeung foi o maior fisiculturista de Hong Kong por 10 anos. Hoje, ele é o treinador da seleção de fisiculturistas de Taipei, em Taiwan.

Ator sem um pingo de expressão, amigo íntimo de Bruce Lee (treinavam juntos) e, sem sombra de dúvida, o maior vilão dos filmes de artes marciais que já existiu, Bolo é uma pessoa sensível. Para ele, a melhor expressão das artes marciais encontra-se no Tai Chi, que pratica freqüentemente. Caso você queira treinar com ele, pode encontrá-lo em sua casa em Los Angeles. Mas, fique esperto. Se chegar na casa deste chinês, tenho quase certeza que encontrará um auto-retrato decrépito, pronto para ser destruído e, se você desejar a morte de Bolo Yeung, destrua o quadro. Só seja cuidadoso, pois se ele o vir fazendo isso, suas tetas dançarão e, com elas, você junto.

Hasta!

Outros injustiçados: Dolph Lundgren

0 Responses to “Ídolos Renegados do Cinema: o verdadeiro Dorian Gray”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina


%d blogueiros gostam disto: