Um culto infernal

O que aconteceria se Gogol Bordello e Móveis Coloniais de Acaju se encontrassem com o filho de Pete Doherty e Alex Kapranos? Este é um encontro um tanto quanto impossível e, já que não existirá, podemos nos contentar com a banda que creio chegar mais perto disto. Com vocês, The World/Inferno Friendship Society (foto).

Esta banda, que mais se parece uma orquestra (já contou com mais de 30 membros, hoje são “apenas” 10) foi fundada em 1996 em Nova York como um projeto paralelo de Jack Terricloth, na época vocalista de uma banda underground chamada Sticks and Stones. O que começou como brincadeira, logo se tornou em projeto principal e Terricloth abandonou sua banda punk. The Inferno, como também é chamada esta banda, começou a crescer na cena underground nova-iorquina e estabeleceu por lá uma base sólida de fãs alucinados que cultuam a banda.

O mais interessante da WIFS é um festival anual que eles fazem, o Hallowmas (nome original da data que hoje conhecemos como Halloween), que é uma espécie de teatro musical, onde a banda faz uma performance dramática e repleta de monólogos sobre política, sexo e drogas proferidos por Terricloth. Cada ano que passa, o Hallowmas deles cresce cada vez mais e as performances também, se tornando em uma data importante no cenário underground da maior metrópole do mundo.

Justamente por The World/Inferno Friendship Society ter um nome comprido e esquisito que me interessei em ouvi-los. Já tinha testado isso antes com The International Noise Conspiracy e Suburban Kids With Biblical Names (muito boa essa banda) e fui feliz em ambas as vezes. Com o WIFS não foi diferente. Som bem bacana, que vale a pena escutar para ficar bêbado e rir com os amigos. Recomendo, inclusive, “Just The Best Party”, álbum de 2002 (baixe aqui) que possui ótimas músicas como a do clipe abaixo, “Secret Service Freedom Fighting USA”.

Hasta!

Obs: queria manda um abraço para o craque Cristiano Ronaldo, que nos acessou diretamente de sua casa em Funchal, na Ilha da Madeira. Go Devils!

2 Responses to “Um culto infernal”


  1. 1 Anonymous 31/03/2008 às 2:46 PM

    Tem gosto bolacha cream cracker com café, gostei muito legal pra ouvir viajando sozinho em dia nublado.Gostei da referencia ao Pete, melhor banda dos anos 2000.The libertines

  2. 2 Anonymous 20/06/2008 às 11:47 PM

    WIFS é bem legal , outra banda ótima também é NaNuchKa (da ex-baixista do WIFS).


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina


%d blogueiros gostam disto: