Teoria do Sinal Vermelho

Tenho esta teoria. Também tenho outras, que não são tão importantes, neste momento, como esta. Não neste mundo em que vivemos. Acredito que, um dia, todas as minhas teorias (como a “Da Vida em Tudo” e “Alfabeto Infinito”) terão um significado extremamente relevante na humanidade. Só não sei quando. A única que pode realizar algum efeito positivo na sociedade agora é esta que dá título ao post.
A Teoria do Sinal Vermelho foi elaborada no momento em que quase todas as teorias são elaboradas: no banheiro. O banheiro é, sem sombra de dúvida, o melhor lugar para refletir sobre a vida e descobrir coisas para melhorá-la. Afinal, é o momento em que você está mais leve e tirou toda a sujeira do corpo. Logo, eu estava leve, refletindo sobre toda a humanidade e tudo que provavelmente está escrito nas entrelinhas, mas que ainda não foi visto pelo “gado adormecido” (depois que eu li esse termo, eu queria muito arranjar uma oportunidade para escrevê-lo). E, na minha leveza, veio a luz. Vermelha como a de um semáforo que te impede a passagem. E, com isso, gritei: “Mãe, acabei!”
;
;
Após todo o ritual de ablução, continuei a refletir sobre esta força que vinha até mim como a um trem vai ao encontro da perna de Roberto Carlos. Eu confrontava esta idéia, falava “não, isto não é certo” , “isto vai contra a minha moral” e outras frases de desespero ante o desconhecido. Mas me rendi. E resolvi publicá-la para o conhecimento de todos.
;
;
A Teoria do Sinal Vermelho só é válida durante a noite, momento este em que tudo se encontra mais calmo e, portanto, favorável a sua aplicação. Ela consiste na simples e clara idéia de que é muito, mas MUITO mais seguro passar na madrugada no sinal vermelho do que no verde. “Como? Que apologia ao acidente e ao desrespeito as leis de trânsito é esse?” vocês provavelmente pensaram. Bem, deixe-me explicar.
;
;
Enquanto você está andando de carro pela madrugada, nunca é bom ficar parado nos sinais vermelhos, principalmente com a violência que assola o nosso país, principalmente as cidades grandes. Logo, ao se deparar com um sinal vermelho, você já adianta o carro, dá uma olhadinha para os dois lados da pista e, se não estiver vindo ninguém, segue seu caminho (preste muita atenção nisto que falei, é de fundamental importância para a compreensão da TSV). Agora, ao nos depararmos com o sinal verde, geralmente nos levamos pela inércia e passamos pelos cruzamentos sem prestar atenção e, neste mesmo momento, alguém com muito medo, pode estar passando pelo sinal vermelho, do jeito que falei. O acidente é inevitável.
;
;
Caros amigos, não sei se vocês pegaram a complexidade da Teoria do Sinal Vermelho, mas basicamente se resume a isso: quando vamos atravessar o sinal vermelho, paramos e prestamos muito mais atenção para cruzar a pista, do que no sinal verde. Logo, a certeza que nada acontecerá é maior. Já com o sinal verde, o contrário ocorre. Por isso, acredito que se, nas madrugadas, todos os sinais ficassem somente no vermelho, sem as pessoas assim saberem, os acidentes diminuiriam. Tenho certeza que esta medida funcionaria.
;
;
Assim, cuidado ao passarem pelo semáforo verde, pois você pode ser o culpado.
;
;
Hasta!

5 Responses to “Teoria do Sinal Vermelho”


  1. 1 Anonymous 21/03/2008 às 7:58 PM

    muito bom,concordo

  2. 2 Victor 22/03/2008 às 3:36 AM

    nunca tinha pensado nesse caso..

  3. 3 Marcel 24/03/2008 às 7:15 PM

    mt boa a idéia de deixar todos os sinais vermelhos…

    mas enquanto isso n acontece… eu continuo reduzindo qnd está verde tb

  4. 4 Pedro 25/03/2008 às 3:29 AM

    Faz sentido, Nicolas Henriques.

  5. 5 Nico 25/03/2008 às 6:27 PM

    gostaria de agradecer a todos que concordam com esta teoria! espero que um dia não sejamos a minoria!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina


%d blogueiros gostam disto: