É muita cocaína, cara!

Grupo leva areia no lugar de cocaína em MS

Em exame preliminar, foi detectado quantidade ínfima de cocaína na areia.
Em 2005, achando que era cocaína, casal trocou carro de R$ 10 mil por 2 kg de sal.

O ser humano é burro. Bem burro. Por mais clichê que essa frase possa parecer – e ela o é -, talvez esta seja uma das mais bem feitas conclusões que alguém fez para tentar entender a condição humana.

Após ler a notícia supracitada, tenho certeza que nem muitos concordarão comigo, pois, de súbito, falarão “essa é uma excessão, eu não sou assim”. Não sei se concordo. Acho que você, caro leitor, é bem burro. Que nem eu. “Como assim, Nico?”. Simples.

Há uma maneira bem simples de relacionar a máxima que iniciei este post com a fadada notícia – “é intrigante porque ao mesmo tempo em que age como um burro, é o único animal racional e blá blá blá” -, mas não é essa que acho a mais convincente. O que eu acho tão interessante neste caso é a sucessão de respostas incongruentes que ela oferece, que levará a minha humilde conclusão sobre a raça humana.

Em primeiro lugar, vamos analisar o título da notícia: Grupo leva areia no lugar de cocaína em MS”. Caralho, mas esse grupo é muito burro. Muito. Confundir areia com cocaína? Aprendi, nas poucas aulas de marketing que prestei atenção, que para se entrar em um negócio, é recomendável ter um certo know-how do terreno que adentrará. E quanto maior as dificuldades para a abertura ou fechamento deste negócio, maior é o conhecimento necessário. Ora, ser um traficante, hoje em dia, não é nada fácil. Você tem que saber quais drogas cada público vai querer: cantores de axé preferem cocaína, cantores de mpb, também; já publicitários…bem, eles também querem cocaína. É, está certo, a cocaína é o vestidinho preto (foto) das drogas. Um coringa.

Agora, essas pessoas que rodaram com a areia na mão, não chegaram a experimentar e verificar a droga que compraram? Eles levaram a sério o conselho que Tony Montana não levou? “Don’t get high on your own supply”? Isso sim é burrice.

Mas sucedendo com a análise da reportagem, vemos que não é a primeira vez que temos um bando de antas se metendo a traficantes: “Em 2005, achando que era cocaína, casal trocou carro de R$ 10 mil por 2 kg de sal”. SAL? Melhor que areia, sem dúvida. Mas trocar um carro no valor de dez mil reais? E ainda terem sido iludidos? E também não experimentaram a droga para saber se era da pura? O traficante que vendeu para eles veio falando que “este cristal é refinado” e o casal burro já emendou sem pestanejar “dô meu carro, dô meu carro”. Cambada de burro.

Mas, embora eu acredite que só por serem enganados deste jeito, estas pessoas já mereçam o Darwin Awards – apesar de estarem vivos ainda – o que eu não entendo é como eles foram enquadrados? Tráfico de drogas? E, acima de tudo, eles aceitaram a prisão? Porra, fala que tava levando areia para montar ampulhetas. E, no caso do sal, para um churrasco beneficiente dos Amigos do Daniel. Tudo bem, tudo bem.

Para concluir esta reportagem, volto a introdução e falo que nós todos somos burros. Bem burros. Pelo simples fato de, ao lermos esta reportagem e rirmos desta situação, estamos virando a cara e se sujeitando a nos tornarmos alienados ao real problema desta notícia: hoje em dia todo mundo quer ganhar dinheiro fácil, independente dos meios que sejam utilizados para chegar a este fim. E o tráfico de drogas se torna cada dia mais uma alternativa rápida e glamourosa. E várias pessoas estão fazendo essas besteiras. E estamos rindo e virando a cara.


Hasta!

2 Responses to “É muita cocaína, cara!”


  1. 1 André Chaves 05/03/2008 às 7:49 PM

    Pow Nico valeuu mesmo por ter passado no meu blog e ter lido o texto. Bom, propaganda boca a boca: já atualizei com um novo. kkkkkkkkkk
    Mermãoo do caralho seu novo texto! Foi o que eu mais gostei do Mera Doxa. Por ser mais social e tal tem a minha preferência. hehehe Darwin Awards? Com certezaa!. Problema de know-how? O meu texto também tem um pouco disso hoje. Se bem que eu não sei o planejamento conseguiria revitalizar tanto a marca.
    Bom… é isso ae! Parabéns e valeuuu! André Chaves

  2. 2 Pedro 07/03/2008 às 5:12 AM

    O menino Maquiavel já dizia, não é mesmo?!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina


%d blogueiros gostam disto: