Relembrando I


Bloguemos companheiros de doxa!
Cá estou eu, o menos culto e mais nordestino dos membros desta entidade epistê-mercadológica, lhes dando as boas vindas a esse pequeno pedaço de terra virtual onde plantaremos um pouco das muitas conclusões que alimentam a amizade desses 5 amiguinhos.

Como meu cartão de visitas apresento aquela que será algumas das minhas muitas pautas bloguísticas, a série: “Relembrando“, com os One Hit Wonders que marcaram nossa até então curta vidinha. (Obs: Não serão postados nem Spin Doctors, Carl Douglas, Nena, Mc Hammer e afins… só coisa mais recente e menos clichê nesse tipo de listinha!)

E nesse primeiro post tenho o prazer de lhes re-apresentar:


Tarkan

Quem não se lembra do H? Aquele programinha que tirou o Luciano Huck do anonimato dasluzético paulista para o estrelato global? Que anos depois, após a ida do narigudo a Globo foi assumido pela maior icógnita da televisão brasileira o ex-Vj, Modelo, Imitador, Ator e atual marido da Flávia Alessandra, Otaviano Costa?
Os muitos picos de audiência que esse programa chegou a ter, aconteciam durante a aparição da beldade, Joana Prado, a Feiticeira, que rebolava semi-nua deixando muitos pré-adolescentes na mão, em pleno horário nobre da tv. Ela, além de recordista de vendas da Playboy (1,25 milhões de cópias), recorde ainda não superado quase uma década depois, foi a responsável pela disseminação de um ritmo dance-árabe, que tinha a ver com a temática de suas apresentações e que veio a fazer sucesso primeiramente pelo ídolo Khaled.


Aproveitando o mega-estouro que Khaled atingiu, produtores de rádio queriam ao máximo lucrar com essa onda das Arábias e trouxeram para o Brasil: o tal do Tarkan.

Como todo turco rico que se preze (vide Altintop), Tarkan passou a infância na Alemanha e voltou para Instambul na adolescência para estudar música clássica. Todavia, seu rostinho de galã da 25 de Março e seu potencial musical, acabou chamando a atenção da indústria fonográfica turca que o transformou em um ídolo pop local. Com vendagens que ultrapassam a casa dos milhões, além da cola incansável de tablóides que sempre duvidaram de sua heterossexualidade cultuada nos videoclipes, Tarkan teve sua glória internacional quando sua música caiu nos ouvidos do Huck que resolveu a tocar enquanto a Feiticeira rebolava na Band. Assim, se tornou um dos maiores “One Hit Wonders”, da década de 90 aqui no Brasil, com sua música Simarik (aquela do beijinho).

Enganam-se, porém, aqueles que acham que ele não existe mais. Assistam o novo hit do Justin Timberlake turco, a fenomenal Vay anam Vay:


E até a próxima.

Anúncios

1 Response to “Relembrando I”


  1. 1 Sandra 'apatinhas' 13/09/2008 às 6:27 AM

    Interessante observação, pena que novamente foi dúbia. Mas vou ajudar de novo: visite os links
    http://br.youtube.com/watch?v=Vo-dn1Ouqe8&feature=related
    http://br.youtube.com/watch?v=LxAENN_XWYY&feature=related
    http://br.youtube.com/watch?v=Nyd4MOOfXmw
    Por que normalmente fazem isso com quem tem talento? Ressaltam suas vidas e conturbações pessoais, ao invés de reconhecerem a magnitude de seus talentos, esforços, luta, genialidade, especialmente por estarem em uma região tão difícil de alcançar o que ele e outros poucos alcançaram. Fácil alcançar sucesso mundial em países como EUA…quero ver fazer isso na Turquia e em outros países, especialmente os que estão sempre envoltos em guerras, e muitas vezes por conta disso têm pouca estrutura, na maioria os próprios artistas precisam garimpar profissionais, estruturas etc.
    E por fim, estes talentos o senhor Poladian não convida para o Brasil não é? Por que será?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




//twitter.do.caju

//twitter.do.hygino

//twitter.do.nico

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

//twitter.do.tico

//twitter.do.michel

//naftalina


%d blogueiros gostam disto: